+55 11 3868-2722 (BR) / + 571 541 1113-702 5021 (CO)
cursos@ecobuildingforum.com.br (BR) / cursos@ecobuildingforum.com (CO)

Certificações Ambientais para Empreendimentos Sustentáveis

31 maio 2017

As 5 Certificações Ambientais mais conhecidas no Brasil

Conheça as Certificações Ambientais mais utilizadas no mercado e entenda cada uma delas.

Autor: Arqta. Denise Hamze Issa, LEED AP O+M

As construções sustentáveis têm grande poder de impactar diretamente, por exemplo, o entorno de onde foi implantada (influenciando a vida do ocupante, da comunidade ao redor, etc.), o meio ambiente, melhorar a produtividade e qualidade de vida de seus usuários, etc.

É neste contexto que entra a importância das Certificações Ambientais, pois elas são uma ferramenta que ajuda a demonstrar credibilidade, reconhecimento e valor agregado dentro do mercado de construção, a manter o empreendimento sustentável ao longo da vida útil, evitando gastos desnecessários no seu ciclo de vida.

Por definição, Certificações Ambientais de empreendimentos Sustentáveis “São metodologias específicas, voluntárias, criadas por múltiplos órgãos, que visam o desempenho ambiental de edificações.  São concedidas às edificações ou processos construtivos que, durante o processo de projeto, obra ou operação, respeitaram os procedimentos exigidos pelo órgão certificador, atendendo ao nível de excelência estipulado.” (profa. Arqta. Maria Carolina Fujihara).

Certificações Ambientais de edificações sustentáveis são emitidos por uma terceira parte, sendo entidades independentes, com credibilidade e seriedade nacional e internacional, para validar a adoção de estratégias de sustentabilidade para empreendimentos. Atualmente existem diversas delas, veja as imagens abaixo:

(imagem do curso “Como projetar e construir casas sustentáveis: Aplicando o Referencial GBC Brasil Casa® em seus projetos”, professora Arqta. Maria Carolina Fujihara)

(imagem do curso: “Construções Sustentáveis: Como Projetar Green Buildings” professor Arqto. Antonio Macêdo Filho)

 

Veremos a seguir as 5 certificações ambientais para empreendimentos sustentáveis mais conhecidas no Brasil:

1- BREEAM® 

Criado em 1990 pelo BRE, (Building Research Establishment é um centro de pesquisas próximo a Londres voltado para área de construção civil), sua silga significa Building Research Establishment Environmental Assessment Method, ou seja, Método de Análise Ambiental do BRE. Foi a primeira certificação ambiental, servindo de “base” para as demais que surgiram posteriormente.

Quais usos posso certificar:

  • Edifícios Comerciais
  • Edifícios Escolares
  • Lojas
  • Indústrias
  • Prisões
  • Cortes
  • Datacenters
  • Hospitais
  • Edifício Residencial Multi-familiar
  • Casas

O que o BREEAM® avalia?

  • Energia (Energia operacional e emissões de Carbono) – 31 pontos
  • Gerenciamento (Politicas de gerenciamento da edificação e do terreno, comissionamentos e aquisições necessárias) – 21 pontos
  • Saúde e bem-estar Interior e Exterior (poluição sonora, iluminação, qualidade do ar, etc.) – 21 pontos
  • Transporte (localização e acesso a transporte) – 12 pontos
  • Água (consumo e eficiência hídrica interna e externa) – 9 pontos
  • Materiais (energia e emissão de carbono incorporada, ciclo de vida) – 14 pontos
  • Resíduos (vindos da construção e da manutenção da edificação e terreno) –  9 pontos
  • Uso do Terreno (tipo de terreno e ocupação da edificação) – 10 pontos
  • Poluição (do ar externo e água) – 13 pontos
  • Ecologia (valor ecológico e conservação do terreno) – 10 pontos

Como é feita a pontuação?

O número total de pontos ou créditos obtidos em cada categoria avaliada é multiplicado por um fator de influência ambiental que leva em consideração a importância relativa de cada categoria. As pontuações da seção começaram a juntar-se para produzir uma única pontuação geral. Uma vez que a pontuação geral para o edifício é conhecida, isso é traduzido em classificação nas escalas de:

PASS

GOOD

VERY GOOD

EXCELLENT

OUTSTANDING

Quais são as Technical Standards (Normas Técnicas)? 

  • Comunidades (Masterplan)
  • Infra-estrutura e domínio público
  • Novas Construções
  • Construções Existentes
  • Grandes Reformas

 

____________________________________________________________________________________________

2- LEED® 

A sigla LEED® significa em inglês: Leadership in Energy and Environmental Design, ou seja Liderança em Projeto para Energia e Ambiente.

Trata-se de uma certificação internacional criada no ano 2000, pela organização sem fins lucrativos USGBC  (United State Green Building Council) e por definição: “é um sistema de ponta para a certificação de edifícios de alto desempenho e bairros sustentáveis.” (fonte: USGBC).

Quais usos posso certificar:

Veja na imagem abaixo de acordo com cada Sistema de Classificação

O que o LEED® avalia?

A Certificação LEED avalia diversos fatores do projeto, o que chamamos de Categorias. São elas:

  • Localização e Transporte (Location and Transportation – LT);
  • Terrenos Sustentáveis (Sustainable Sites – SS);
  • Eficiência da Água (Water Efficiency – WE);
  • Energia e Atmosfera (Energy and Atmosphere – EA);
  • Materiais e Recursos (Materials and Resources – MR);
  • Qualidade do Ambiente Interno (Indoor Environmental Quality – EQ);
  • Inovação em Design (Innovation in Design – IN);
  • Prioridades Regionais (Regional Priorities – RP).

Como é feita a pontuação?

Cada categoria citada acima possui Pré-requisitos (itens que são obrigatórios para o projeto atender) e Créditos (itens que dão pontuação ao projeto). Existem 4 níveis de pontuação para obter a certificação:

  • 40 a 49 pontos – LEED Certified;
  • 50 a 59 pontos – LEED Silver (Prata);
  • 60 a 79 pontos – LEED Gold (Ouro);
  • 80 a 110 pontos – LEED Platinum;

Quais são os Rating Systems (Sistema de Classificação)? 

1.LEED BD+C : Building Design + Construction (Novas construções ou grande renovação);

2.LEED ID+C : Interior Design + Construction (Interiores);

3.LEED O+M : Operations and Maintenance (Prédios existentes);

4.LEED ND : Neighborhood Development (Desenvolvimento de bairros e comunidades)

5.LEED HOMES (para casas, mas não é muito comum no Brasil devido a dificuldades técnicas de atender as exigências, por isto o GBC Brasil criou o Referencial GBC Brasil Casa®, para atender esta demando no país)

LEED® no Brasil 

A primeira certificação LEED®  para empreendimento sustentável no Brasil ocorreu em 2007, uma agência de um banco privado. O nosso professor Engenheiro Marcos Casado fez parte deste processo que foi um marco no mercado de construção civil em nosso país.

Atualmente, segundo o site GBC Brasil, existem 1.230 registros acumulados em Maio de 2017 que buscam ou já atingiram a certificação.

Leia nosso artigo sobre os profissionais LEED. 

 

_______________________________________________________________________________________________________________

3- Referencial GBC Brasil Casa® 

Certificação lançada em agosto de 2014 pelo GBC Brasil para atender ao mercado residencial no Brasil. A nossa professora Arqta. Maria Carolina Fujihara participou desde o inicio deste processo de criação e implementação desta certificação, confirma mais informações no curso: “Como Projetar e Construir Casas Sustentáveis: Aplicando o Referencial GBC Brasil Casa em seus Projetos”. 

Quais usos posso certificar:

Casas, apartamentos e condomínios residenciais.

O que o Referencial GBC Brasil Casa® avalia?

Desenvolvido tendo como base a Certificação LEED, avalia as seguintes categorias:

  • Implantação
  • Uso Racional da Água
  • Energia e Atmosfera
  • Materiais e Recursos
  • Qualidade Ambiental Interna
  • Requisitos Sociais
  • Inovação em Projeto
  • Créditos Regionais

Como é feita a pontuação?

  • 40 a 49 pontos – VERDE;
  • 50 a 59 pontos –PRATA;
  • 60 a 79 pontos – OURO;
  • 80 ou + pontos – PLATINA;

Referencial GBC Brasil Casa® no Brasil: 

09 projetos pilotos para Casas, sendo 03 já obtiveram a certificação e os demais estão em andamento. Já está aberta a possibilidade de inscrição de casas para buscarem a certificação.

13 projetos pilotos para Condomínios Residenciais, com processo de certificação em andamento

Para conhecer cada um dos projetos acesse o curso: “Como Projetar e Construir Casas Sustentáveis: Aplicando o Referencial GBC Brasil Casa em seus Projetos”. 

Leia nosso artigo completo sobre o Referencial GBC Brasil Casa®.

_______________________________________________________________________________________________________________

4- AQUA-HQE 

Leia nosso artigo completo sobre a certificação AQUA-HQE elaborado pelo professor Arqto. Paulo Pinheiro, Esp., LEED GA

Trata-se de uma certificação Brasileira, desenvolvida pela Fundação Vanzolini, a partir da certificação Francesa HQE e lançada em 2008, desenvolvendo sua quarta versão em 2016.

Ganhou grande espaço no mercado de construção de condomínios residenciais, pelo fato de ser totalmente adaptada ao Brasil (normas, legislações e regulamentações locais)e devido também ao LEED HOMES não ser facilmente viável em nosso país.

A sigla AQUA, ao contrário do que muito acham, não tem relação com Água, e sim com Alta Qualidade Ambiental.

Esta certificação possui dois grandes pilares: SGE (Sistema de Gestão do Empreendimento) e a QAE (Qualidade Ambiental da Edificação). 

Quais usos posso certificar:

  • Empreendimentos Residenciais, comerciais e administrativos
  • Escolas
  • Lojas
  • Projetos de Interiores
  • Bairros
  • Portos

O que o AQUA-HQE avalia?

As 14 categorias avaliados são:

  1. Relação do Edifício com seu entorno
  2. Escolha integrada de produtos, sistemas e processos construtivos
  3. Canteiro de obras com baixo impacto ambiental
  4. Gestão de Energia
  5. Gestão de Água
  6. Gestão dos Resíduos de uso e operação do edifício
  7. Gestão da Manutenção
  8. Conforto Higrotérmico
  9. Conforto Acústico
  10. Conforto Visual
  11. Conforto Olfativo
  12. Qualidade Sanitária dos Ambientes
  13. Qualidade Sanitária do Ar
  14. Qualidade Sanitária da Água

Como é feita a pontuação?

B- Base (atender 7 categorias)

BP- Boas Práticas (atender 11 categorias)

MP- Melhores Práticas (atender 14 categorias)

AQUA-HQE no Brasil:

fonte: http://vanzolini.org.br/aqua/indicadores/

_______________________________________________________________________________________________________________

5 – Selo Azul Caixa

Um inciativa pública, criado para favorecer o financiamento de empreendimentos habitacionais sustentáveis.

O que o Selo Azul Caixa avalia?

São 53 critérios organizados em 6 categorias:

  • Qualidade Urbana (5 critérios)
  • Projeto e Conforto (11 critérios)
  • Eficiência Energética (8 critérios)
  • Conservação de Recursos Materiais (10 critérios)
  • Conservação da Água (8 critérios)
  • Práticas Sociais (11 critérios)

Como é feita a pontuação?

Bronze: atende aos 19 itens obrigatórios;
Prata: atende aos 19 itens obrigatórios, mais 6 opcionais;
Ouro: atende aos 19 itens obrigatórios, mais, pelo menos, 12 opcionais.​
_______________________________________________________________________________________________________________
Para conhecer mais sobre estas e outras certificações acesse: