+55 11 3868-2722 (BR) / + 571 541 1113-702 5021 (CO)
cursos@ecobuildingforum.com.br (BR) / cursos@ecobuildingforum.com (CO)

Vertical Farms, sim ou não?

11 jan 2018

Vertical Farms

/
Comments0

Autor: Arqta. Denise Hamze Issa, LEED AP O+M

Todos nós sabemos que a população está em constante crescimento. Previsões afirmam que em 2050 teremos aproximadamente 9 Bilhões de pessoas no planeta, com isso podemos esperar diversas consequências: expansão urbana, desmatamentos, diminuição de áreas rurais, poluição, e a grande preocupação por demanda de alimentos.

Pensando nisso, especialistas como o Dr. Dickson Despommier (veja o vídeo abaixo) defendem a ideia das chamas Fazendas Verticais, ou Vertical Farmings em inglês. 

Com o objetivo de produzir o maior número possível de alimento por metro quadrado, o conceito desta estrutura é baseado no chamado Closed Loop, ou circuito fechado, onde a produção é abastecida por água cinza purificada, a energia vem da queima de resíduos ou de fontes renováveis, uma combinação de luzes naturais e artificias se faz necessária para cada tipo específico de vegetal, entre outras estratégias. Trata-se de um sistema muito dependente de tecnologias e mão de obra especializada, por este motivo, o assunto gera controvérsias.

Singapura é um grande exemplo deste sistema. Trata-se de um país muito populoso, com pouquíssima área para agricultura, onde 90% de seu alimento vem de outros países o que faz com que o preço dos alimentos seja alto. Então o Governo resolveu criar programas de incentivo a produção de agricultura local, e a única forma de realizar isto foi através das Fazendas Verticais. Assista:

As vantagens:

  • Produção durante todo o ano
  • sem falhas de colheitas relacionadas ao tempo
  • sem escoamento agrícola
  • subsídio para a restauração do ecossistema
  • sem uso de pesticidas, herbicidas ou fertilizantes
  • uso de 70-95% menos de água
  • Kilometragem de transporte de alimentos reduzidas
  • mais controle de segurança alimentar
  • novas oportunidades de emprego
  • purificação de água cinzenta

Fonte: https://www.treehugger.com/culture/the-vertical-farm-does-it-make-sense-book-review.html

Muitas perguntas ainda ficam no ar. A grande dependência deste sistema por tecnologias e mão de obra qualificada ainda é um problema na maioria dos países. Será que o custo a ser investido realmente vale o retorno? Estaríamos, mais uma vez, tentando recriar a natureza? Qual a variedade de espécies vegetais que podem ser cultivadas? Realmente o preço do alimento será barato, mesmo com todo o investimento em Fazendas Verticais que se faz necessário?

Enquanto isso, outros estão tentando construir comunidades agrícolas biodinâmicas, orgânicas, regenerativas ou ecológicas, onde os alimentos são cultivados naturalmente e são realmente bons para o solo em vez de destruí-lo. É um futuro de comida muito mais atraente e provavelmente melhor. Ainda não estou convencida.

Imagem destaque: Aprilli Design Studio/Newsweek

Leave a Reply