+55 11 3868-2722 (BR) / + 571 541 1113-702 5021 (CO)
cursos@ecobuildingforum.com.br (BR) / cursos@ecobuildingforum.com (CO)

Referencial GBC Brasil Casa

12 maio 2017

Referencial GBC Brasil Casa

/
Comments0

Condomínios Residenciais Certificados

Autora: Arqta. Maria Carolina Fujihara

A certificação ambiental não é o objetivo final de uma edificação, e, sim, um meio de tornar nossas construções e cidades, através da inserção de práticas sustentáveis contabilizadas no dia-a-dia, melhores e mais eficientes.

Muito debate-se sobre a necessidade das certificações, e, inclusive, defende-se que tais instrumentos não são necessários para projetos que já consideram a sustentabilidade como premissa. Eu concordo plenamente! Porém, uma certificação ambiental vai além da simples inserção de algumas práticas relacionadas com arquitetura bioclimática e passiva. Ela é uma metodologia paramentada de responsabilidade, que garante, da concepção do edifício até sua conclusão, diversas estratégias efetivas e pontuáveis de sustentabilidade, que depois de concluídas serão ainda auditadas por uma organização de renome e de terceira parte.

Antes aplicada apenas a edifícios comerciais das capitais do país, as construções sustentáveis, hoje, iniciam sua expansão e inclusão também nos condomínios residenciais (horizontais e verticais) de todos os tipos e tamanhos. Neste cenário, o Brasil permanece como um dos líderes no ranking mundial de certificações LEED, e esta onda positiva de certificação não poderia deixar de considerar o maior volume construtivo do país: os edifícios residenciais. Desta forma, condomínios residenciais verdes tornam-se fundamentais para a disseminação das práticas de construção sustentável, pois permite uma conexão direta com os moradores e gerenciadores, facilitando a popularização dos conceitos básicos de sustentabilidade.

Para que estes conceitos sejam aplicados no dia-a-dia, a educação da população de uma forma geral tem papel fundamental, pois, além de disseminá-los, ainda cria uma massa crítica capaz de cobrar efetivamente a pratica de politicas sustentáveis às construtoras e incorporadoras, incluindo incentivos fiscais aos governos municipais.

Além disso, condomínios verdes não tratam apenas de educar a população, seus moradores e gerenciadores, mas também de reduzir consumos e recursos cada vez mais limitados nos centros urbanos. Calcula-se que, em média, um condomínio residencial vertical em São Paulo consome até 4 vezes mais água do que uma residência comum (SABESP, 2016). Isso se deve basicamente à falta de medição individualizada de água nas unidades habitacionais, que permitem um consumo desenfreado do recurso. Este é um típico exemplo de como uma questão cultural associada a um mau uso do recurso poderia ser facilmente adaptada caso o edifício buscasse algum tipo de certificação.

A Certificação LEED, consolidada em mais de 150 países, é mais comumente aplicada em edifícios comerciais e de serviços, em tipologias construtivas como escolas, museus, shopping centers, lojas de varejo, entre outros. Nos Estados Unidos, os edifícios residenciais são certificados pelo LEED Novas Construções, pois é comum entregar todos os componentes internos dos apartamentos, inclusive, em alguns casos, eletrodomésticos instalados. Porém, a cultura brasileira de entrega de condomínios ainda não evoluiu efetivamente com este tipo de abordagem, e avança lentamente por este caminho (alguns dos projetos pilotos listados a seguir são exemplos dessa nova cultura citada).

Portanto, tornou-se necessária a criação de um Referencial voltado para condomínios residenciais, que atendesse às necessidades locais, ao mesmo tempo em que incentivasse a evolução do mercado imobiliário residencial em prol da sustentabilidade.

Em Agosto de 2014, foi lançado o Referencial GBC Brasil CASA voltado para o mercado de residências unifamiliares e desde o final de 2015 iniciou-se a Fase Piloto para Condomínios Residenciais Multifamiliares (horizontais ou verticais). Este modelo avalia não só as unidades habitacionais individuais, mas também toda a área comum do condomínio e seu entorno. Assista ao vídeo abaixo e entenda mais um pouco sobre o Referencial GBC Brasil Casa.

Conheça também o curso que ministro aqui, pelo EcoBuilding Fórum “Como projetar e construir casas sustentáveis: Aplicando o Referencial GBC Brasil Casa® em seus projetos”

 

Fonte: Green Building Council Brasil

CURSO ONLINE

Profa. Arqta. Maria Carolina Fujihara, autora deste artigo,

CLIQUE E CONHEÇA O PROGRAMA DO CURSO: